Apresentado por Bradesco Asset

Com 5G, mundo se prepara para nova era digital

No podcast Insights, da Bradesco Asset Management, Leonardo de Capdeville, vice-presidente de tecnologia da TIM, fala sobre a revolução trazida pela quinta geração da internet e diz que o Brasil deverá receber a tecnologia a partir de 2022

 

Não vai demorar muito para que a maior parte dos objetos das residências se conectem por redes de internet, para que cirurgias de altíssima precisão sejam feitas a distância e para que a inteligência artificial avance sobre praticamente todos os setores econômicos, do agronegócio à saúde, da construção civil à mobilidade urbana, da logística à telefonia.

A peça-chave da transformação do mundo tal qual o conhecemos – e que mudará para sempre a vida de cada um de nós – atende pelo nome de 5G, a revolucionária quinta geração da banda larga sem fio. E o melhor: o Brasil será protagonista da novíssima era.

Esses foram os principais temas debatidos no podcast Insights, da Bradesco Asset Management. A conversa contou com a participação de Leonardo de Capdeville, vice-presidente de tecnologia da operadora TIM, e foi mediada pelo head de renda variável da BRAM, Rodrigo Santoro, e pela apresentadora Priscila Forbes.

“Com as tecnologias 3G e 4G, nós conectamos pessoas”, disse Capdeville. “A partir do 5G, vamos conectar indivíduos a máquinas e tudo aquilo que está ao nosso redor. É um portal para o futuro.”

Trata-se, de fato, de uma das maiores revoluções da história das telecomunicações. O 5G é ultrarrápido e permitirá que milhões de objetos se conectem simultaneamente e que informações sejam transmitidas de um ponto a outro em tempo real.

“Isso é absolutamente disruptivo”, afirmou o VP da TIM. “Se você está operando uma máquina a distância, seja um veículo autônomo, uma colheitadeira, um bisturi ou um robô qualquer, o comando chegará à outra ponta imediatamente.”

Leonardo de Capdeville, vice-presidente de tecnologia da operadora TIM

O Brasil está na linha de frente. Segundo Capdeville, o 5G chegará ao país em no máximo um ano, o que certamente abrirá promissoras oportunidades de negócios.

Pelas suas estimativas, o leilão da quinta geração da internet deverá ocorrer no segundo semestre de 2021, e a partir de 2022 os brasileiros poderão desfrutar da tecnologia.

No podcast, Capdeville lembrou que o Brasil está entre os três países que mais consomem redes sociais no mundo. “O brasileiro é um nativo digital que tem enorme facilidade para incorporar novas tecnologias”, disse. O futuro está prestes a chegar – e se materializará graças às transformações trazidas pelo 5G.

Para escutar o podcast com Leonardo de Capdeville, clique aqui em Insigths.

Leia também

UM CONTEÚDO:

BRAND STORIES

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO