Insiders

Na batalha das telas, a TCL aposta na tecnologia mini-LED

Na CES 2020, a fabricante chinesa de televisores mostra sua nova geração de aparelhos que promete mais brilho e nitidez e divulga avanços nos mercados emergentes

 

Las Vegas – As tevês estão cada vez mais conectadas e as telas não param de crescer. Mas a qualidade da imagem continua fundamental na hora de escolher o televisor.

Não faltam tecnologias que prometem brilho e nitidez, como LED, OLED, QLED e microLED. A aposta da fabricante chinesa TCL é na mini-LED.

Na CES 2020, maior feira de tecnologia do mundo, que acontece em Las Vegas, a TC mostrou a evolução da sua tecnologia mini-LED.

Segunda a fabricante, “o processo recém-desenvolvido da TCL mescla o circuito semicondutor com um substrato de cristal, fornecendo maior eficiência, maior precisão de luz e maior saída de luminância”.

Em linguagem mais simples, a tecnologia mini-LED utiliza LED menores, que permitem um controle mais preciso sobre a luz de fundo da tevê.

Embora não ofereçam controle de brilho pixel por pixel, como a OLED, as cores ficam mais vibrantes, assim como os contrastes.

Para Aaron Dew, diretor de produtos da TCL para a América do Norte, a tecnologia traz benefícios para todas áreas, mas em especial para quem é fã de videogames, pois promove uma imersão inédita nas histórias.

“Depois de alguns dias jogando na nova TCL, um amigo chegou a perguntar se eu havia mudado a conexão de casa, porque comecei a ganhar”, brincou o dublador americano Troy Baker, que dá voz a muitos personagens de videogame.

Mas a explicação de Baker não tem nada de brincadeira. A tecnologia mini-LED “imprime” as imagens na tela com mais rapidez e precisão. No mundo dos games e dos e-sports, todo segundo faz diferença no desempenho.

Mercado

Com apenas cinco anos no mercado americano, a TCL chegou à segunda posição nas vendas de televisores nos EUA.

Nos mercados emergentes, a companhia está também ganhando tração. O vice-presidente da TCL Electronics, Harry Wu, disse que a companhia avançou 36,5% em 2019. “Estamos ganhando mais espaço sobretudo na Índia e Brasil”, disse Wu.

No Brasil, a TCL tem uma joint venture com a brasileira SEMP. Em 2019, a estimativa era que a companhia local tivesse um faturamento bruto de R$ 2 bilhões, produzindo mais de 1 milhão de televisores.

A estimativa de vendas de televisores para o mercado brasileiro é otimista em 2020. Segundo a consultoria GfK, a previsão é de vendas de 12,5 milhões de unidades, um crescimento de 5% em relação ao ano anterior.

Atualmente, segundo a GfK, 92,% das tevês vendidas são conectadas. E o mercado tem sido impulsionado por telas a partir de 50 polegadas.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

UM CONTEÚDO:

NEOFEED REPORT

Baixe o relatório “O mapa de ataque das grandes empresas”

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO