Insiders

Baratas e ameaças: como funcionários do eBay transformaram a vida de um casal de críticos em um inferno

Casal que escrevia artigos negativos sobre a empresa recebeu dezenas de entregas indesejáveis e teve seu endereço associado a festas sexuais. Seis funcionários do eBay, que foram demitidos, respondem na Justiça pelos crimes de conspiração e perseguição virtual

 

O site de vendas eBay vale hoje US$ 33,7 bilhões

O eBay é uma das empresas pioneiras do comércio eletrônico. Fundada em 1995, ela surgiu com leilões online e sobreviveu à bolha da internet nos 2000. Hoje, vale US$ 33,7 bilhões.

Chega a ser surpreendente que seis profissionais da companhia tenham se envolvido em uma trama macabra de assédio, que incluiu ameaças, perseguição e até envio de baratas, a um casal de meia idade da cidade de Natick, em Massachusetts.

As vítimas eram a editora e o diretor do portal EcommerceBytes, dedicado à cobertura de portais de vendas virtuais, e os ataques foram motivados por reportagens críticas aos serviços da empresa.

O caso, que está sendo investigado pela Promotoria do estado de Massachusetts, começou no ano passado. Segundo documentos, James Baugh, então diretor sênior de segurança do eBay, recebeu mensagens de um executivo encorajando o silenciamento do casal.

“Se vamos derrubá-los, agora é a hora”, diz a mensagem cuja autoria é atribuída a Devin Wenig, CEO do eBay na época. Como resposta, Baugh escreveu: “Eu tenho um plano”.

Reunido com um pequeno time, a ideia seria pressionar o casal anonimamente e, depois, oferecer ajuda para solucionar o problema, de forma que o eBay pareceria o “herói” da história e ganharia a empatia das vítimas.

O assédio ao casal foi inspirado no filme “Johnny Bom de Transa”, lançado em 1988, na qual um dos personagens encomendava uma série de produtos indesejáveis às vítimas.

Com essa inspiração, a equipe do eBay teria criado, em 7 de agosto, uma conta no Twitter chamada Tui_Elei, com a qual tentaram contato com a mulher. “Qual é o seu problema com o eBay?”, teria perguntado esse usuário falso da rede de microblogs por mensagem privada.

Nos dias que seguiram esse fato, a vítima percebeu que seu e-mail foi cadastrado em uma série de newsletters desagradáveis, como uma do “Templo Satânico”.

As entregas das compras “estranhas” começaram três dias depois, em 10 de agosto. Uma máscara de porco ensanguentado, de Halloween, comprada na Amazon, foi deixada na porta da casa da vítima, que minutos antes havia recebido um e-mail confirmando que a encomenda de um “feto de porco em formol” estava a caminho. Essa segunda “surpresa” foi cancelada antes de o delivery ser concluído.

Quatorze minutos depois de lidar com essa situação para lá de desagradável, uma nova mensagem de Tui_Elei chega pelo Twitter: “tenho sua atenção agora?”, questionou. A mulher seguiu em silêncio.

As agressões psicológicas continuaram e, em 12 de agosto, outra entrega da Amazon chegou. Dessa vez, tratava-se de uma cópia do livro “Diário de Luto: Sobrevivendo à Perda do Parceiro”. No dia seguinte, uma mensagem de voz deixada na caixa postal do homem falava sobre seu suposto interesse de abrir uma franquia da sex shop Adão&Eva.

As coisas pioraram quando o casal recebeu em casa pacotes de aranhas, larvas e baratas. Em 15 de agosto, dois dos vizinhos das vítimas foram envolvidos na trama ao receberem exemplares da revista pornográfica “Hustler: Barely Legal”.

No mesmo dia, um florista local entregou uma coroa de flores típica de funerais na casa do casal.

Enquanto esse pesadelo se concretizava na vida real, Tui_Elei dava sequência às torturas virtuais com mensagens abusivas.

As agressões ganharam outro patamar quando funcionários do eBay foram até a cidade de Natick para lidar com essa situação pessoalmente. O plano era instalar um aparelho de GPS no carro da vítima para segui-la.

Nesse mesmo período, o então diretor global de resiliência, David Harville, foi acusado de comprar uma chave de fenda, tinta, luvas de borracha e um pé de cabra. Um agente especial do FBI testemunhou que, baseado em sua experiência, o material seria usado para invadir a garagem do casal para ter acesso ao carro.
No dia 16 de agosto, a equipe do eBay teria perseguido o casal em vias públicas. Quando a dupla reportou o caso à polícia, os agressores fugiram.

Documentos judiciais mostram que, naquela mesma noite, outras encomendas foram feitas: motosserras, fezes humanas e um rato morto. Na madrugada, os acusados enviaram um encanador de emergência para a casa das vítimas.

O bullying online seguiu em outra plataforma. No Craiglist, um site de classificados americano onde pessoas contratam e oferecem pequenos “bicos”, vendem produtos usados e conhecem pessoas, um usuário postou que haveria uma festa para “solteiros, casais e praticantes de swing” no endereço da vítima. Os interessados eram encorajados a chegar depois das 22 horas e tocar a campainha a qualquer momento.

No Twitter, uma nova mensagem de Tui_Elei chegou na caixa de entrada: “recebeu meus presentes, pu**?”

Dois minutos depois, outra postagem foi colocada no Craigslist, mas desta vez com o anúncio “família vende tudo”. Na sequência, uma terceira oferta foi tornada pública na plataforma dizendo que um “casal maduro (50 anos) procura por solteiros ou parceiros abertos a explorar sexo a três, crossdressing e sadomasoquismo”.

A farsa dos funcionários do eBay começou a cair quando um funcionário do eBay entrou em contato com o casal para oferecer ajuda. Paralelamente, a polícia de Massachusetts conseguiu rastrear o aluguel do carro que havia perseguido o casal em Natick a um empregado da empresa.

Os seis profissionais estão sendo acusados de perseguição virtual e conspiração contra o casal. A pena pode chegar a cinco anos de prisão, três anos de liberdade condicional e uma multa de até US$ 250 mil.

O eBay demitiu todos os envolvidos e lamentou o ocorrido. Segundo a companhia, o então CEO, Devin Wenig, não estava ciente dessa trama e seu afastamento da empresa se deu por outras razões.

Pelo menos na bolsa de valores, a gigante vivem um bom momento, com ações vendidas a US$ 48. Neste ano, os papéis do eBay valorizaram-se 32,5%.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

UM CONTEÚDO:

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO