Elon Musk e o imposto de US$ 11 bilhões

O homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 243 bilhões, diz que vai pagar US$ 11 bilhões em impostos em 2021, fruto das opções de ações que tem direito da Tesla

0
274
Leia em 2 min

O fundador da fabricante de carros elétricos Tesla e de foguetes SpaceX, Elon Musk, é o homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 243 bilhões.

Agora, Musk está perto de atingir outra marca histórica: pagar US$ 11 bilhões de impostos nos Estados Unidos em 2021, a maior quantia já paga por um americano.

“Para aqueles que estão se perguntando, vou pagar mais de US$ 11 bilhões em impostos este ano”, tuitou o bilionário nesta segunda-feira, 20 de dezembro.

Desde o início de novembro, Musk vendeu US$ 14 bilhões em ações da Tesla. Esse valor seria para pagar os impostos por conta das opções de ações da fabricante de carros elétricos que ele tem direito em 2021. Musk é remunerado em prêmios de ações e não aceita um salário em dinheiro da Tesla, que vale US$ 916 bilhões.

As opções de compra de ações a Musk foram concedidas em 2012 e devem expirar em agosto do próximo ano, quando o bilionário poderá converter 22,9 milhões de opções de ações. Para isso, ele precisaria de cerca de US$ 143 milhões para exercer essas opções e poderia dever mais de US$ 9 bilhões em impostos.

No início deste ano, a agência ProPublica publicou uma investigação mostrando Musk e vários outros bilionários não pagaram imposto de renda federal em 2018. Entre 2014 e 2018, Musk pagou US$ 455 milhões em impostos sobre US$ 1,52 bilhão de receita, de acordo com a ProPublica, apesar de sua riqueza ter crescido US$ 13,9 bilhões nesse período.

O fundador da Tesla e da SpaceX tem discutido com democratas no Twitter sobre a questão da evasão fiscal. Na semana passada, por exemplo, ele disparou contra a senadora democrata Elizabeth Warren depois que ela questionou a decisão da revista Time de nomear Musk como a Pessoa do Ano.

“Vou pagar mais impostos do que qualquer americano na história este ano”, tuitou. Ao que parece, Musk está certo.

Leia também

Brand Stories