Negócios

Em sua décima aquisição desde o IPO, Sinqia compra Itaú Soluções Previdenciárias

Com o acordo, fechado por R$ 82 milhões, a Sinqia incorpora a operação de soluções financeiras de tecnologia e serviços voltada para previdência complementar do Itaú Unibanco

 

Bernardo Gomes, CEO da Sinqia

Desde que fez sua oferta pública inicial de ações (IPO) na B3, em 2013, a Sinqia, companhia brasileira de tecnologia com foco no mercado financeiro, abriu os cofres e passou a ampliar seu investimento em aquisições. Nesta terça-feira, a empresa está reforçando esse seu apetite por consolidação.

A Sinqia acaba de anunciar a compra da Itaú Soluções Previdenciárias (ISP), empresa do Itaú Unibanco especializada em soluções financeiras de tecnologia e serviços para Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC). Pelos termos da transação, a aquisição foi fechada pelo valor de R$ 82 milhões, o que representa o maior acordo já realizado pela Sinqia.

Com a compra da ISP, a Sinqia incorpora mais de 130 funcionários, além de uma carteira de mais de 30 clientes e escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro. No período de 12 meses encerrado em 30 de junho, a ISP apurou uma receita bruta de R$ 50 milhões.

“Seguimos na estratégia de impulsionar o mercado financeiro por meio de tecnologia e inovação. Com a ISP, além de contarmos com uma equipe competente e de grande experiência, agregamos a oferta de BPO para gestão previdenciária, além de soluções SaaS (Software as a Service), com alta capacidade e segurança”, afirmou, em fato relevante, Bernardo Gomes, CEO da Sinqia.

Essa é a 15ª aquisição realizada pela Sinqia desde 2005 e o décimo acordo concretizado a partir do IPO da companhia, que desembolsou mais de R$ 76 milhões nessas transações.

A oferta destinada ao segmento de previdência, foco do anúncio de hoje, também esteve no centro de três das quatro compras realizadas em 2019, envolvendo as operações da Atena Tecnologia, ADSPrev e Stock & Info.

Para levar à frente essa estratégia, a empresa também contou com o reforço do follow on realizado em setembro do ano passado, no qual captou R$ 362,7 milhões. Na época, a Sinqia ressaltou que boa parte do montante seria reservado para novas aquisições.

Fundada em 1996, em São Paulo, ainda como Senior Solution, a companhia passou a adotar a marca Sinqia no fim de 2018. Com mais de 360 clientes na carteira, a empresa desenvolve softwares para bancos, fundos, previdência e consórcios, além de prestar serviços de outsourcing e de consultoria.

Em 2019, a Sinqia reportou uma receita de R$ 175,1 milhões, o que representou um salto de 23,3% sobre um ano antes. No período, no entanto, a companhia apurou um prejuízo de R$ 4,5 milhões, contra um lucro líquido de R$ 2,7 milhões, em 2018.

Já entre janeiro e março deste ano, a receita líquida cresceu 26,2%, para R$ 48,6 milhões, enquanto o lucro líquido ficou em R$ 443 mil, revertendo a perda de R$ 2,3 milhões no primeiro trimestre de 2019.

Com um valor de mercado de R$ 1,62 bilhão, a Sinqia acumula uma desvalorização de 5,79% em suas ações em 2020. Nos últimos 12 meses, porém, os papéis têm alta superior a 81%.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

UM CONTEÚDO:

BRAND STORIES

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO