Mercado de trabalho na Web3: como conseguir uma oportunidade?

Em um mercado desaquecido, a Web3 está oferecendo diversas vagas. Saiba o que é preciso para agarrar uma oportunidade na nova fase da internet

0
0
Leia em 6 min

Em um mercado desaquecido, com ondas de demissões de empresas de tecnologia, a Web3 está oferecendo inúmeras vagas para os entusiastas de criptomoedas dessa geração. Neste artigo você vai entender exatamente o que é preciso para agarrar uma excelente oportunidade na nova fase da internet.

Web2 e um novo mundo do trabalho

Mas antes disso é preciso entender o que é essa tal de Web3 e como isso vai te impactar profundamente nos próximos anos.

Para isso precisamos voltar em 2007, quando Travis Kalanick e Garrett Camp estavam na LeWeb, uma feira de tecnologia focada em inovação. A lenda diz que em uma noite de inverno, a dupla não conseguiu pegar um táxi.

Daí surgiu a ideia da Uber, o frio da noite parisiense inspirou um aplicativo usado por milhões de brasileiros, mais especificamente 3 milhões de motoristas cadastrados.

O Uber só foi possível graças ao desenvolvimento da Web2.0, na qual os usuários também são criadores, além de consumidores. Outro exemplo de Web2.0 está nas redes sociais; em uma rede social todos podem produzir e consumir em simultâneo. Você é o jornalista e o leitor, o cliente e consumidor.

Antes da Web 2.0 tínhamos sites estáticos, consumíamos, mas nem todos criavam. A Web2 representou o que a revolução industrial trouxe de produtividade no século XVIII, mas para a era da internet. Estamos criando a produção massiva de informação, assim como fizemos com o sistema produtivo industrial.

E agora estamos em direção a uma terceira mudança, dessa vez muito mais profunda que já está acontecendo. Quem não acompanhar a Web3 ficará para trás, assim como aqueles que não acompanharam a Web2 e mantiveram seus sites estáticos.

A Web3 criará uma nova categoria de profissionais, é o que eu chamo de “empreendedores abelha”.

Web3 e a era dos “empreendedores abelha”

Calma que eu te explico. A Web trará o conceito de posse ao trabalho e mudará as estruturas do capitalismo como conhecemos. Você não será mais apenas um agente da companhia multibilionária de caronas, mas sim um stakeholder dela.

Não do jeito que você imagina, comprando uma ação ou indo no complexo broker da bolsa e sim recebendo sua propriedade na companhia via token digitalizado em blockchain. Não estamos falando de organizações como antes, claro que elas ainda existirão, mas novas modalidades organizacionais exigem uma veia empreendedora do profissional da Web3

Quer um exemplo? Que tal trabalhar em uma corretora descentralizada de bitcoin? As vagas estão abertas na Bisq, mas para receber a compensação pelo seu trabalho você terá que entender e se integrar a uma estrutura de DAO (Organização Autônoma Descentralizada). As DAOS permitem que pessoas apaixonadas por determinada causa possam colaborar, não existe um processo de seleção padrão e sim o espírito empreendedor.

É como se você participasse de uma grande colmeia e cada vez que você faz mais para ela, cria mais valor, dá mais de si, mais comunidade te reconhece e você consegue criar até mesmo uma reputação de forma anônima completamente online.

O profissional da Web3 precisa ter esse pensamento. Agir como uma abelha empreendedora, ir atrás do pólen para ajudar a produzir valor. Muitas vezes o que unirá a colmeia da Web3 é apenas uma coisa: a vontade de mudar.

Gosto muito da frase de Ori Brafman no livro The Starfish and the Spider: ““A ideologia é a cola que mantém as organizações descentralizadas juntas.”

Muito provavelmente tem algum projeto por aí, alinhado com suas visões para o futuro, precisando das suas habilidades, sejam elas de design, marketing, suporte, programação, criação de produtos, etc.

Mas, agora, que você entendeu que você pode estar há apenas alguns passos de arranjar um emprego de impacto e mudar a direção da sua vida, vou te dar o caminho das pedras para você chegar lá.

Os primeiros passos

Antes de colocar os pés na água é essencial que você aprenda sobre os principais assuntos relacionados ao universo de criptomoedas, blockchain e Web3. Para se familiarizar com os temas, gírias e bordões é interessante consumir muito conteúdo de qualidade diariamente, algumas dicas gratuitas são:

Outro ponto importante é estar envolvido com a comunidade, afinal isso faz parte da própria essência da Web3. Estar no Twitter e no Discord é praticamente obrigatório para ficar por dentro de tudo que acontece nesse mercado, as novidades são dadas primeiramente por lá.

Mas não fique muito tempo apenas como observador, interaja, agregue e produza conteúdo para as demais pessoas. Ao gerar valor, você será notado e eu não posso ressaltar o quanto isso é valioso para conseguir sua primeira oportunidade.

Prova de Trabalho (ou Proof-of-Work) é o que mantém a rede Bitcoin funcionando e remunera os mineradores, e não é diferente para este assunto: a prova de trabalho é o que vai te arrumar um trabalho remunerado. Não espere alguém te convidar para um projeto para começar a ser útil, seja a abelha empreendedora.

Mas, afinal, onde estão as vagas?

Dado os primeiros passos, você pode começar a bater na porta de empresas (e DAOs, por que não?) e oferecer os seus serviços. Existem alguns sites especializados em vagas relacionadas a Web3, aqui vão algumas indicações:

Você encontrará aqui milhares de oportunidades que não aparecem em sites tradicionais como o Catho. Levando em consideração a quantidade de vagas internacionais, é altamente recomendado ser fluente em inglês, pelo menos.

O mais interessante é que muitas das oportunidades não requerem experiência no mercado tradicional ou diplomas universitários. Para a Web3, o importante é o que você pode fazer para agregar valor agora mesmo, ainda melhor se você for autodidata e tiver paixão por aprender coisas novas!

As oportunidades estão surgindo em todos os lugares.  Então aproveite que estamos começando com a Web3 e comece a fazer parte dessas colmeias, procure o melhor pólen e descubra como você pode ser o dono do seu próprio futuro profissional.

Seja bem-vindo à revolução das abelhas.

* Alma é um DAO (Decentralized Autonomous Organization) de líderes, empreendedores, investidores e builders que mentora, investe, educa e ilumina empresas e iniciativas de Web3.

Este texto foi escrito de maneira colaborativa e descentralizada pelos membros catalisadores da Alma. São eles: Bogado, Bruno Nardon, Daniel Smolenaars, David Politanski, Felipe Bonetto, Guilherme Bettanin, Gustavo do Valle, Heli Diogo Dourado, Isac Honorato, Ivan Pereira, João Bernardtt, Juliana Walenkamp, Laio Santos, Lucas Prim, Luccas Riedo, Mariana Bernado, Paulo Orione, Pedro Bergamini, Pedro Cardoso, Pedro Sirotsky, Rapha Avellar, Ricardo Bechara, Robson Harada, Rodrigo Portaro, Rogue, Rony Meisler, Rudá Pellini, Tallis Gomes, Thiago Gil, Victor Stabile.

Leia também

Brand Stories