Rede Mater Dei compra EMEC por R$ 205,9 milhões e entra na Bahia

Essa é a segunda aquisição da companhia em 2022. Com negócio, empresa quer criar hub de saúde a partir de Salvador. O presidente da Mater Dei, Henrique Moraes Salvador Silva, diz que há ainda muitas oportunidades de consolidação no Nordeste

0
424
Leia em 2 min

O EMEC, em Feira de Santana, na Bahia

Em sua segunda aquisição em 2022, a Rede Mater Dei está comprando 95% a EMEC, tradicional hospital de Feira de Santana, segundo município mais populoso da Bahia.

A Mater Dei avaliou o EMEC em R$ 205,9 milhões, incluindo o imóvel, do qual será descontado o endividamento líquido. O múltiplo da transação é de R$ 1,37 milhão por leito.

Esse é a primeira operação da Mater Dei no estado da Bahia, onde está construindo um hospital em Salvador, com 370 leitos, que deve ser inaugurado no em 1º de maio de 2022.

“Fizemos um planejamento de crescimento desde o IPO e um dos eixos é a Bahia”, disse Henrique Moraes Salvador Silva, presidente da Rede Mater Dei, ao NeoFeed, logo depois de assinar o contrato de compra do EMEC, em Feira de Santana. “As sinergias que podem ser geradas entre a EMEC e o Mater Dei, em Salvador, são muito grandes.”

Inaugurado em 1963, o EMEC é um hospital geral de alta complexidade com mais de 40 especialidades. Possui atualmente 126 leitos operacionais (incluindo 30 UTIs) e plano de expansão para um total de 150 leitos operacionais decorrente de realocação de áreas. Em 2021, sua receita líquida foi de R$ 131 milhões.

Na visão de Salvador Silva, a compra do EMEC e a construção do hospital em Salvador vai fortalecer a estratégia da Mater Dei de ter um hub regional no Nordeste. “De Salvador para cima, a gente pode ir consolidando. E tem muita oportunidades (no Nordeste)”, diz o presidente da Mater Dei.

No começo deste ano, a Rede Mater Dei comprou uma participação de 95,5% do Hospital Premium, de Goiânia (GO), em uma transação avaliada em R$ 250 milhões. Desde que fez seu IPO, em abril de 2021, a Rede Mater Dei já adquiriu mais de 1.100 leitos de ativos em Minas Gerais e em outros estados.

Entre os ativos comprados, a Rede Mater Dei passou a atender no Pará (com a aquisição de 70% do Grupo Porto Dias), em Uberlândia (compra do Hospital Santa Genoveva e CDI Imagem) e em Goiânia (aquisição do Hospital Premium). Além disso, adquiriu 50,1% do capital social da A3Data, uma empresa especializada em dados e inteligência artificial.

Leia também

Brand Stories