Creditas é avaliada em US$ 4,8 bilhões em rodada pré-IPO de US$ 260 milhões

Em rodada antes da abertura de capital nos Estados Unidos, a Creditas traz novos investidores a sua base. Entre eles, Fidelity Management & Research, o fundo espanhol Actyus e a Greentrail Capital

0
412
Leia em 2 min

Sergio Furio, fundador e CEO da Creditas

A Creditas foi avaliada em US$ 4,8 bilhões em nova rodada série F de US$ 260 milhões que trouxe novos investidores à base de acionistas da fintech, como a Fidelity Management & Research, o fundo espanhol Actyus e a Greentrail Capital.

O último aporte da Creditas havia sido em dezembro de 2020, quando foi avaliada em US$ 1,75 bilhões e havia levantado US$ 255 milhões e se tornou um unicórnio. No total, a fintech que atua no segmento de empréstimo como garantia levantou seis rodadas e captou US$ 829 milhões.

A nova rodada contou a participação dos atuais investidores. Entre eles QED Investors, VEF, SoftBank Vision Fund 1, SoftBank Latin America Fund, Kaszek Ventures, Lightock, Headline, Wellington Management e Advent International, através de sua afiliada Sunley House Capital.

Apesar dessa captação, a Creditas está se preparando para abrir o capital este ano nos Estados Unidos, de acordo com informação publicada no Pipeline, site de negócios do Valor Econômico. O objetivo seria buscar uma avaliação entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões no IPO.

No terceiro trimestre de 2021, a Creditas atingiu uma receita de US$ 46,9 milhões, um crescimento de 233% em comparação com o mesmo período do ao passado. No período, as perdas foram de US$ 14,8 milhões.

A projeção do CEO e fundador Sergio Furio é que a fintech atinja uma receita de US$ 200 milhões em 2021. Com a nova captação, a Creditas informou que quer acelerar os seus três ecossistemas: residências, automóveis e benefícios a trabalhadores.

“Temos um crescimento significativo pela frente em várias avenidas, incluindo soluções financeiras para nossos marketplaces, como o Creditas Auto (mercado de carros), o Creditas Store e a Voltz, fabricante de produtos elétricos motocicletas no Brasil”, disse Furio, em nota.

Além do Brasil, a Creditas atua também no México, país que está presente há 18 meses. Atualmente, a fintech conta com 4 mil funcionários.

Leia também

Brand Stories