O “tiro” de US$ 68,7 bilhões da Microsoft no mercado de games

A Microsoft compra a Activsiion Blizzard, dona do jogo de tiro “Call of Duty”, na maior aquisição de sua história, e se torna a terceira maior empresa de games do planeta, atrás de Tencent e Sony

0
388
Leia em 3 min

O jogo “Call of Duty”, da Activision Blizzard

Desde que assumiu o comando da Microsoft, em 2014, o indiano Satya Nadella não só transformou a companhia fundada por Bill Gates, como mostrou um enorme apetite por grandes aquisições.

A maior delas foi a compra da rede social profissional LinkedIn, em 2016, por US$ 26 bilhões. No ano passado, Nadella pôs a mão no bolso e gastou US$ 16 bilhões pela empresa de inteligência artificial Nuance Communications.

Agora, Nadella está dando seu maior “tiro” no mercado de M&A ao anunciar a compra da Activision Blizzard em uma transação de US$ 68,7 bilhões, toda em dinheiro, um prêmio de 45% sobre o valor das ações na segunda-feira, 17 de janeiro. Se concluída, será o maior negócio da história da Microsoft.

A Activision Blizzard é dono do popular jogo de tiro Call of Duty e de outras franquias que são um enorme sucesso, como World of Warcraft e Candy Crush.

Com a transação, a Microsoft, que vale US$ 2,3 trilhões, expandiria sua operação de videogames, que conta com o console Xbox e jogos próprios, como Minecraft e Doom. A companhia de Bill Gates também se tornaria a terceira maior empresa de games do planeta em receita, atrás da chinesa Tencent e da japonesa Sony.

“Estamos investindo em conteúdo de alcance global e entrando em uma nova era do setor de jogos eletrônicos que coloca o jogador e os criadores como prioridade, tornando os jogos acessíveis e inclusivos para todos”, disse Nadella, presidente da Microsoft, em nota.

A Microsoft pretende adicionar os jogos da Activision Blizzard ao serviço Xbox Game Pass, que funciona como uma “Netflix de games”, uma plataforma tem hoje aproximadamente 25 milhões de assinantes.

A compra fará também a receita de videogames da Microsoft crescer mais de 50%. Analistas estimam que as vendas da Activision Blizzard totalizaram US$ 8,7 bilhões em 2021. A Microsoft, por sua vez, registrou US$ 15,4 bilhões em receita de jogos no ano fiscal até junho, o que representa 9% de seu faturamento total.

A aquisição, no entanto, envolve uma empresa cercada de polêmicas e problemas. As ações da Activision Blizzard caíram quase 30% desde que os reguladores da Califórnia entraram com uma ação contra a empresa em julho do ano passado, alegando assédio sexual e disparidade salarial entre os cerca de 10 mil funcionários da empresa.

Depois que o jornal americano de negócios The Wall Street Journal publicou que a Microsoft estava perto de comprar a Activision Blizzard, as ações da empresa subiram quase 38% no after market. Agora, estão em alta de 28%. O valor da companhia é de US$ 65 bilhões.

A Microsoft informou que Bobby Kotick permanecerá como CEO da Activision Blizzard após o acordo e se reportará ao chefe de jogos da Microsoft, Phil Spencer.

Leia também

Brand Stories