Saem as passarelas, entram os stories: La Moda cria coleções com influencers para crescer

Grupo catarinense lança uma collab com a influenciadora digital Franciny Elhke e cria uma agenda de parcerias com outras estrelas das redes para “humanizar” suas marcas e alcançar o faturamento de R$ 600 milhões

0
0
Leia em 4 min

Aos 22 anos, a curitibana Franciny Elhke reúne 15 milhões de seguidores no Instagram e mais de um bilhão de visualizações em seu canal no Youtube

Em tempos de moda globalizada e hegemonia de artigos chineses, o que uma marca de moda precisa fazer para engajar e, consequentemente, ter sucesso comercial? Para os especialistas, o primeiro requisito é ser DNVB (digitally native vertical brands), sigla em inglês para definir marcas que já nascem digitais.

Previamente conectadas a potenciais clientes, elas saem vários quilômetros na frente, na corrida pela atenção do consumidor da geração Z que passa quase todo o tempo on-line. E é exatamente nesse nicho que o grupo catarinense La Moda está mirando os seus investimentos.

Dono das marcas Lança Perfume, Lança Perfume Easy, My Favorite Things e Amarante do Brasil, o grupo acaba de lançar uma linha em parceria com a influenciadora digital Franciny Elhke – curitibana de 22 anos que reúne 15 milhões de seguidores no Instagram e mais de um bilhão de visualizações em seu canal no Youtube.

Batizada de “FRAN + My Favorite Things”, a collab (termo do momento para definir linhas feitas em parceria) é a primeira incursão do grupo La Moda nesse modelo de negócio. E é só o começo: coleções assinadas com Cris Paladino, do Instagram @prettamesmo (com 122 mil seguidores), e Flávia Charallo (2,7 milhões de seguidores no Instagram) já estão em desenvolvimento. E há outras quatro collabs ainda em processo de idealização.

A coleção “FRAN + My Favorite Things”, inclui tops, calças, saias, jaquetas, bolsas e calçados, entre outras peças. O destaque são os looks de material sintético (em poliuretano), que incluem conjuntos de jaqueta e saia, e de blazer e calça.

“Sempre quis assinar uma coleção de roupas porque amo moda e reflete totalmente no meu trabalho. A My Favorite Things escutou minha essência e juntos unimos forças nesta collab”, diz Franciny que terá participação nas vendas. Ela é influenciadora da área de beleza e lançou no ano passado uma linha de maquiagem em parceria com a MBOOM. Vendida nas principais varejistas como Riachuelo, Renner, C&A e Sephora a linha já teria faturado R$ 38 milhões em quatro meses.

Hugo Olivo, CEO do grupo: moda precisa ter conexão

De acordo com Hugo Olivo, CEO do grupo, a ideia de lançar coleções em parceria com influenciadores digitais é apostar na “humanização” das marcas – para, assim, garantir o engajamento antes mesmo da primeira peça de roupa chegar às araras. “As redes sociais mostraram que as pessoas preferem se conectar com outras pessoas, e não com marcas”, diz Olivo.

Para garantir a identificação das consumidoras/seguidoras com as coleções, a participação das influenciadoras no processo de criação, desde o início, é imprescindível. “Queremos, cada vez mais, humanizar as nossas marcas”, diz o CEO, que acredita que, assim, cria-se uma identificação com o público e facilita a comunicação. “Antigamente, uma marca de moda só precisava ter boas coleções”, comenta Olivo. Hoje, ela precisa criar conexão.

O início do grupo La Moda remete a 1986, em Criciúma (SC), com a criação de uma fábrica de roupas infantis, a La Moda Bambini. Em 2005 a companhia entrou no segmento adulto feminino com a marca Lança Perfume.

Saindo de uma receita de R$3 milhões, em 2006, para R$430 milhões em 2021, o grupo La Moda projeta faturar R$600 milhões este ano. O segredo para o crescimento vigoroso, segundo o CEO, foi sua atuação tanto no mercado B2C como no B2B.

Atualmente, o B2B equivale a 70% da receita do negócio. São cerca de 2.500 multimarcas atendidas por todo o País. Já no B2C, o grupo possui 22 lojas próprias da marca Lança Perfume e e-commerce de todas as outras que compõem o La Moda.

Atualmente, o conglomerado é administrado pela segunda geração da família Olivo. Além de Hugo, estão na empresa as suas irmãs Bruna (Diretora Criativa da Lança Perfume) e Bianca (Diretora Criativa de My Favorite Things).

“FRAN + My Favorite Things”, inclui tops, calças, saias, jaquetas, bolsas e calçados, entre outras peças em material sintético

Recentemente, o grupo aumentou o seu portfólio com o anúncio de uma nova marca, focada em jeanswear e com pegada sustentável – cuja produção permite economia de água.

A Jeanslosophy, feita em parceria com o empresário João Foltran (fundador da marca John John), deverá chegar ao mercado no início do ano que vem. A partir daí, onde houver uma personalidade digital influente – e com gosto por moda – o grupo La Moda promete estar também.

Leia também

Brand Stories