2021 ou 2020, segunda temporada?

Nem parece que o ano mudou. Continuamos embalados na loucura de 2020. Teve até invasão do Capitólio com a “turma do Jamiroquai” e Bolsa subindo como foguete

0
127
Leia em 3 min

Fala velhotes, beleza aí?

Feliz Ano Novo!

Diferentemente da Ford, eu não encerrei minhas atividades no Brasil e estou de volta à Faria Lima e ao NeoFeed depois de merecidas férias.

Mas nem parece que estamos em outro ano!

A loucura de 2020 tomou conta das primeiras semanas de 2021.

Não acredita? Olha aí!

WASHINGTON, WE HAVE A PROBLEM

O ano começou quente na capital dos Estados Unidos! Jamiroquai e seus amigos resolveram invadir o Capitólio, símbolo da democracia norte-americana, com o intuito de interromper a contagem de votos que certificaria a vitória de Joe Biden.

As cenas, que funcionaram como serotonina para os criadores de memes no Brasil, chocaram o mundo e ajudaram, por incrível que pareça, a dar mais estabilidade ao mercado.

O circo ocorrido ajudou a acelerar a “aceitação” do governo Biden e os mercados voltaram ao seu mood “touro de ouro”, como diz Pablo Spyer.

Nota: Esse foi o primeiro ato revolucionário na América sem envolvimento de uma embaixada americana.
Nota(2): Equipes de futebol dos EUA deveriam ser aceitas na Copa Libertadores da América a partir de 2021
Nota(3): 2022 tá aí…

EM +55, BOLSA OU PIRÂMIDE?

Ganhos fáceis… Retorno de 1% ao dia… Parece pirâmide, mas é só a bolsa brasileira. 2021 começou com a mesma euforia do ano passado e trazendo novos recordes ao Ibovespa.

A festa dos 100 mil pontos soaria até meio “retrô”, velhotes… Um novo ciclo virtuoso para commodities combinado com uma boa lição de casa no âmbito político-econômico poderia nos levar a voos cada vez maiores.

Nota: Nenhuma perspectiva clara de vacina.
Nota (2): Nenhuma perspectiva clara de reformas ou austeridade fiscal.

COMMODITIES: AS NOVAS “MAGALU”

O ano começou com uma valorização impressionante das ações de empresas ligadas à commodities, com destaque para Vale. O setor, considerado o patinho feio da Bolsa nos últimos meses, ressurge com a perspectiva de aumento da demanda global.

HUMANS OF CONDADO

Nessa semana saiu também a primeira edição do Humans of Condado com participação de Tiago Reis. Falamos sobre análise de investimentos, conflito de interesses das grandes instituições, tecnologia, caça às pirâmides e os hábitos do TR no Condado.
Vale a pena conferir aqui neste link.

AVES MIGRATÓRIAS

Entre o final de dezembro e o início de janeiro, é o período em que os Faria Limers começam seu movimento migratório para o Nordeste brasileiro, se distribuindo desde o litoral sul da Bahia até Barra Grande, no Piauí.

Eu estive em Barra de São Miguel (Alagoas) e, com toda certeza, foi o local que mais vi gente do mercado financeiro desde o início da pandemia.

Abaixo o rating das programações:
A – Barra de São Miguel (entre 27/12 e 03/01)
AA – Barra de São Miguel com extensão à Caraíva, pós-réveillon
AAA – Barra de São Miguel com extensão à Caraíva, pós-réveillon e emenda de férias em Fernando de Noronha (foto).

E O FIM DE SEMANA?
Para quem já voltou pra São Paulo, minha dica é aproveitar as filas potencialmente menores para conhecer o Roi Méditerranée, restaurante inaugurado em dezembro no CJ Shops Jardins.

O local tem uma vibe “francesa mediterrânea” e os pratos são AAA, com destaque para o carpaccio de peixe branco trufado. Sem vacina e com o euro a quase R$7, é o mais próximo que você vai chegar de Côte d’Azur, velhotes.

Nos vemos na próxima coluna, a ser publicada no dia D, na hora H, aqui no NeoFeed.

Forte abraço!

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

Brand Stories