Newsletter

Receba notícias do NeoFeed no seu e-mail

 
Li, compreendi e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade
do site.
 
 

Insiders

A startup que mapeia os gastos dos freelancers para abater do Imposto de Renda

Aplicativo americano Keeper Tax faz uma varredura para encontrar despesas que podem ser abatidas do Imposto de Renda. Em média, ele ajuda cada pessoa a poupar US$ 1,2 mil

 

Keeper Tax levantou US$ 2 milhões com fundos como a Y Combinator

A balança que pesa novas realidades trabalhistas e velhas regras tributárias ainda pende para o lado dos impostos. Mas a Keeper Tax, uma startup californiana, quer reverter essa lógica nos Estados Unidos. Para isso, a empresa vasculha as despesas dos usuários e seleciona, automaticamente, tudo o que pode ser deduzido da declaração do imposto de renda. 

“Muitos motoristas de aplicativos, como o Uber, não sabem, por exemplo, que eles podem abater sua conta de celular e até a mensalidade do Spotify de seus impostos”, diz ao NeoFeed o holandês Paul Koullick, de 27 anos, fundador e CEO da Keeper Tax.

Formado em matemática pela Harvard, o executivo revela que, em cerca de dez segundos, o sistema de sua empresa consegue poupar, em média, US$ 1,2 mil por cliente. “Geralmente essa cifra aumenta depois que temos mais detalhes sobre as atividades dos usuários”, afirma Koullick.

Para ter acesso a esse serviço de “consultoria”, cada pessoa tem de desembolsar uma mensalidade de US$ 12. Com o mecanismo ativo, a cada compra realizada com cartão de débito ou crédito que seja passível de dedução do imposto é automaticamente destacada.

“As compras realizadas com dinheiro em espécie são mais complexas: os usuários têm de tirar uma foto do extrato e enviar para a equipe da Keeper Tax”, diz Koullick.

Além de selecionar todos os gastos que podem ser abatidos de outras tributações, a empresa ainda se responsabiliza pela retenção do imposto trimestral de seus clientes. “Percebemos que 85% dos trabalhadores free lancers não pagam seus impostos trimestralmente e acabam pagando uma multa quando o fazem ao final do ano fiscal”, afirma o fundador da Keeper Tax. 

Outra vantagem do Keeper Tax é a possibilidade de submeter a declaração de Imposto de Renda através da mesma plataforma, numa tentativa de facilitar um processo reconhecidamente burocrático e complexo. 

“As regras tributárias foram escritas dezenas de anos atrás para empresas, e só ficaram mais complicadas. Os trabalhadores freelancers não dispõem dos mesmos recursos para se manter a par das mudanças e tirar vantagens das brechas do sistema”, explica Koullick. 

Paul Koullick, fundador da Keeper Tax

Essa, aliás, é a grande diferença da Keeper Tax: estruturar seus serviços para profissionais independentes, os chamados freelancers. É isso o que a faz diferente de empresas concorrentes, como a gigante TurboTax.

Desde que foi fundada, em 2017, a startup já levantou US$ 2 milhões junto a investidores como Y Combinator e Matrix Partners. Não bastasse o modelo de negócio único, o que faz da Keeper Tax uma “promessa” é a oportunidade de crescimento.

“O Estados Unidos conta com 57 milhões de trabalhadores informais e acreditamos que, com os nossos serviços, eles possam poupar juntos US$ 60 bilhões”, revela Koullick, que trabalha para ficar com 10% desse total (US$ 6 bilhões).

Embora soe ambiciosa, a meta da startup, que cresce entre 30% e 40% ao mês, vem alicerçada por bons números Desde que o início de suas atividades, no começo de 2019, a Keeper Tax ajudou mais de 50 mil profissionais independentes a poupar cerca de US$ 40 milhões.

Os freelancers que mais aproveitam este novo serviço são designers e “vendedores” online – usuários que compram e vendem mercadorias em sites como eBay e Amazon.

“Nosso público é majoritariamente jovem, 60% feminino e, curiosamente, 70% das pessoas que nos acionam trabalham como profissionais independentes apenas por meio-período. A maioria tem um emprego formal”, diz Koullick. 

Empolgado com a boa aceitação do mercado, Koullick já pensa em escalar seu negócio. Canadá e Inglaterra devem ser os próximos destinos do Keeper Tax, que, se depender de seu fundador, vai ter atividades em muitos países – até porque, segundo o empresário, as regras tributárias para freelancers são muito similares mundo afora.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO