Newsletter

Receba notícias do NeoFeed no seu e-mail

 
Li, compreendi e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade
do site.
 
 

Startups

Com apoio da Regus, startup cria miniescritórios autônomos

BoxOffice Regus é um espaço de quatro metros quadrados que já está instalado em sete localidades em São Paulo. Em breve, mais 130 estarão prontos para uso

 

(da esq. à dir) César e Roberta Carvalho, da BoxOffice, e Tiago Alves, da Regus

Pensar fora da caixa é um jargão do mercado corporativo. E que tal pensar dentro da caixa? Ou melhor: trabalhar dentro da caixa?

Essa é a proposta de uma startup que conta com o apoio da Regus, maior empresa de escritórios compartilhados do mundo do grupo inglês IWG.

A companhia está anunciando nesta quinta-feira, 15 de agosto, o BoxOffice Regus, um miniescritório de quatro metro quadrados que pode ser instalado em diferentes pontos do Brasil.

Com capacidade de uma a seis pessoas, o espaço conta com isolamento acústico e é equipado com conexão USB e tomadas, monitor LED com videoconferência, ar-condicionado, Wi-Fi, além de mesa retrátil, sofá com apoio, porta objetos, entre outros itens.

A ideia desse miniescritório é de Roberta Carvalho, fundadora e CEO da BoxOffice. Ela apresentou o projeto para Tiago Alves, CEO da Regus e do grupo IWG no Brasil, que resolveu apoiar o conceito.

“Encontrei a startup quando eles estavam desenhando a ideia”, afirma Alves. “Fiz um contrato de exclusividade para usar a marca Regus e, no futuro, posso fazer um aporte na empresa.”

Três pessoas trabalhando em um miniescritório

Atualmente, há sete BoxOffice Regus espalhados por São Paulo. Eles estão instalados na Avenida Paulista, Sheraton São Paulo WTC Hotel, Avenida Faria Lima, Berrini, Vila Olímpia e shopping Market Place.

De acordo com Alves, já estão sendo fabricados 130 BoxOffice. Eles vão ser instalados majoritariamente em São Paulo e Rio de Janeiro, em locais como shopping centers, lounges, hospitais e recepção de prédios comerciais.

O CEO da Regus, inclusive, já encomendou um miniescritório para ser instalado no jardim de sua casa. “Vai ser também uma solução para home offices”, diz Alves.

O executivo acredita que o BoxOffice Regus pode ser usado por empresas para oferecer uma alternativa de trabalho flexível para seus funcionários.

Controlado pelo smartphone

O BoxOffice é um serviço sob demanda. Para usá-lo, é preciso baixar o aplicativo para fazer o agendamento. O cliente verifica os boxes e horários disponíveis e paga via cartão de crédito.

O smartphone serve como chave para destrancar a porta, o que só é possível no horário agendado. “É como alugar uma bicicleta ou um patinete”, afirma Alves.

Os clientes da Regus terão meia hora grátis para usar o BoxOffice. Depois desse tempo, eles ainda contam com 30% de desconto.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO