Bitz ganha tração na batalha dos apps financeiros

Carteira digital do Bradesco registra o maior número de downloads em maio, segundo levantamento do Bank of America (BofA), diante dos esforços do banco em popularizar o aplicativo

0
0
Leia em 2 min

A Bitz fechou o período com uma base acumulada de 27 milhões de aplicativos instalados

Na intensa disputa travada pelas diversas fintechs surgidas nos últimos anos, a Bitz, carteira digital do Bradesco, vem ganhando espaço na preferência dos brasileiros, segundo levantamento realizado pelo Bank of America. 

Em maio, a quantidade de downloads da wallet somou 3,4 milhões, um aumento de 21,4% em relação aos dados colhidos pelo banco em abril, o que levou a operação a fechar o período com uma base acumulada de 27 milhões de aplicativos instalados. 

A quantidade de downloads registrados pela Bitz em maio superou, de longe, os dados de outras companhias consideradas incumbentes pelo BofA. Em segundo lugar entre as carteiras digitais, o PicPay registrou uma desaceleração de 6,3% na quantidade de downloads entre abril e maio, para 1,8 milhão. 

Lançada em setembro de 2020, a Bitz está recebendo muita atenção do banco da Cidade de Deus. O CEO da carteira digital, Curt Zimmermann, contou ao NeoFeed no ano passado que o investimento do Bradesco era de R$ 100 milhões no primeiro ano e praticamente dobrou para R$ 200 milhões. 

Para atingir bons resultados, o Bradesco tem apostado em benefícios, como bônus para uso da wallet e cashback em compras. “Sem dúvida, as pessoas abrem conta devido aos estímulos”, afirmou Zimmermann. “Cada vez que tem o estímulo, aumenta o número de downloads.”

O número de downloads da Bitz ajudou a puxar o resultado consolidado dos bancos digitais e das carteiras virtuais em maio. No período, o BofA registrou 23,2 milhões de downloads, aumento de 3,5%. 

Principal nome e referência quando se fala de fintechs, o Nubank viu uma desaceleração na busca de seus serviços, embora o número total ainda seja o segundo maior entre bancos e carteiras digitais. Entre abril e maio, houve um recuo de 8,3%, totalizando 2,6 milhões de downloads. 

A pesquisa do BofA também trouxe os números de downloads de aplicativos de grandes bancos. Em maio, os downloads totalizaram 10,9 milhões, acima dos 9,8 milhões registrados em abril.

A alta foi puxada pelo aplicativo Caixa Tem, que segue ganhando tração na trilha dos pagamentos de benefícios pelo governo federal e programas de crédito. 

Os dados do BofA são baseados na consultoria Sensor Tower, que monitora os downloads da App Store, da Apple, e do Google Play, do Google.

Leia também

Brand Stories