Tencent Games contrata executivo e começa a operar no Brasil

Conforme antecipado pelo NeoFeed, a Tencent Games, maior empresa de games do mundo, começou sua operação local com a contratação de Fernando Mazza, que antes comandava a Garena

0
0
Leia em 3 min

Fernando Mazza, que vai comandar a operação brasileira da Tencent Games

A Tencent Games deu o pontapé inicial de sua operação no Brasil, conforme havia antecipado com exclusividade o NeoFeed. A gigante chinesa, maior empresa do setor, contratou Fernando Mazza para ser o country manager da filial brasileira.

Mazza é um executivo com experiência e bastante conhecido no mercado de games brasileiro. Ele tem passagens por Vostu, Riot Games (que também pertence à Tencent Games), Wargaming e Garena, onde estava desde dezembro de 2018.

“Estou muito empolgado com o futuro e a oportunidade de mais uma vez construir uma equipe mais focada no jogador do país”, escreveu Mazza, em uma postagem no LinkedIn, em que se despedia da Garena e anuncia sua nova função na Tencent Games.

A chegada da Tencent Games no Brasil acontece através da Level Infinite, divisão internacional de games fundada em dezembro de 2021 para expandir suas atividades ao redor do mundo.

“Com base nosso histórico de sucesso com diversos games e marcas originais, estamos muito animados em fortalecer nossa presença na América Latina”, disse Vincent Wang, gerente-geral de publicação global e e-sports globais da Tencent Games, em um comunicado.

Maior empresa de games do mundo, a Tencent Games tem um faturamento global de mais de US$ 32 bilhões. Ela está à frente de empresas como Sony, Apple e Microsoft, que completam o ranking das maiores companhias de jogos eletrônicos do planeta.

Até então, a Tencent Games atuava no mercado brasileiro de forma indireta, através de empresas nas quais ela investe. Entre elas, a Level-up, que tem o jogo “Ragnarok”, e a Riot Games, dona do “League of Legends”.

A companhia chinesa tem também participações na Epic Games, dona do “Fortnite“, um dos jogos de tiro mais populares do mundo; na Supercell, criadora do jogo “Clash of Clans”; e na LightSpeed Studios, que desenvolve o “PUBG Mobile”. A Garena, empresa em que Mazza atuava, contava também com a Tencent Games como acionista.

Na época em que Mazza esteve à frente da Garena no Brasil, ele foi responsável pelo game Free Fire, um jogo de batalha que se tornou um fenômeno no Brasil.

No LinkedIn, Mazza disse que o Free Fire World Series 2019 alcançou o recorde mundial de pico de visualizações simultâneas para um evento de e-sports móvel, com mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo sintonizadas simultaneamente e mais de 100 milhões de visualizações online totais em todo o mundo.

Agora, à frente da Tencent Games, Mazza vai montar um time local. Um executivo chinês será seu par no País, segundo apurou o NeoFeed. Ele ficará no Brasil, ajudando na construção da operação local.

Leia também

Brand Stories