Banco Pan chega a 10 milhões de clientes e estreia sua maquininha

O banco anunciou que vai lançar uma oferta completa no segmento, que inclui a maquininha Turbo Pan, voltada a profissionais autônomos e pequenos empreendedores

0
244
Leia em 2 min

No início de abril, o Banco Pan anunciou em fato relevante que o BTG Pactual vai assumir o controle da operação, ao comprar a fatia que a Caixa Participações detém na empresa. Agora, o banco volta ao mercado para divulgar mais uma novidade.

Nesta manhã de segunda-feira, 10 de maio, o Banco Pan anunciou sua entrada no mercado de adquirência, com uma oferta de uma solução de meios de pagamento centrada em profissionais autônomos e pequenos empreendedores, que inclui a maquininha batizada de Turbo Pan.

“Sabemos que uma parte relevante de nossos clientes possuem atividades comerciais e nossa estratégia é utilizar a maquininha como ferramenta para fortalecer o vínculo com eles”, afirmou, em comunicado, Carlos Eduardo Guimarães, CEO do Banco Pan.

A divulgação foi acompanhada pelo anúncio de que o banco alcançou a marca de 10 milhões de clientes. Desse total, 6 milhões estão na unidade de Banking, que compreende os clientes que possuem conta ou cartão da instituição e que atraiu, em média, 40,9 mil novos clientes por dia útil no primeiro trimestre.

Entre janeiro e março, o Banco Pan reportou um lucro líquido de R$ 190 milhões, um salto de 12% sobre o mesmo período, um ano antes. Já o patrimônio líquido ficou em R$ 5,4 bilhões, um desempenho 8% superior na mesma base de comparação.

A carteira de crédito somou R$ 30,2 bilhões, alta de 20%, enquanto a inadimplência acima de 90 dias ficou em 5%, abaixo da média histórica. As provisões para devedores duvidosos (PDD) recuaram 3,1%.

“Tivemos um ótimo primeiro trimestre, com avanço da carteira e bons indicadores de inadimplência, mesmo diante dos desafios causados pela piora no quadro da pandemia e de efeitos pontuais no produto consignado”, observou Guimarães.

Leia também