EXCLUSIVO: WeWork tem novo comando no Brasil

A empresa de escritórios compartilhados deve anunciar nos próximos dias o executivo Felipe Rizzo, ex-Uber, como novo general manager no País

0
598
Leia em 2 min

Depois de anunciar uma joint-venture com o Softbank Latin America Fund para operar a marca no Brasil, na Argentina, no Chile, na Colômbia e no México, e ter levado a executiva Claudia Woods para tomar conta da operação, a WeWork deve anunciar nos próximos dias o novo general manager da marca no País.

O NeoFeed apurou que o escolhido é Felipe Rizzo, até então head de strategy e planning da Uber. Ele já está trabalhando na WeWork e assumiu o lugar que era ocupado pelo executivo Lucas Mendes. Procurada, a WeWork confirmou a informação.

Formado em economia pela PUC-Rio, Rizzo trabalhou com Claudia Woods quando ela comandou a Uber no Brasil, mas fez carreira na GE Healthcare. Agora, volta a atuar com a executiva numa missão que não é das mais simples.

Não é novidade que a WeWork vem sofrendo desde 2019, quando tentou abrir o seu capital nos Estados Unidos e acabou derretendo diante dos problemas no negócio – principalmente os que envolviam governança.

A empresa, que esperava atingir um valuation de US$ 47 bilhões, acabou tendo de ser resgatada pelo Softbank, que já havia injetado US$ 10 bilhões na companhia. Desde então, tem passado por uma profunda reestruturação.

No ano passado, segundo uma reportagem do Financial Times, a WeWork apresentou prejuízo de US$ 3,2 bilhões no mundo. Por aqui, a companhia enxugou o número de unidades e hoje conta com 32.

Além do desafio de arrumar a casa – ou, o escritório – a companhia terá de lidar com a nova realidade imposta pela Covid-19. Muitas empresas devem deixar de usar escritórios, principalmente os ambientes compartilhados. Mas há quem diga que as grandes companhias, ao reduzir seus espaços, vão migrar para esse modelo.

Leia também

Brand Stories