EXCLUSIVO: WeWork tem novo comando no Brasil

A empresa de escritórios compartilhados deve anunciar nos próximos dias o executivo Felipe Rizzo, ex-Uber, como novo general manager no País

0
145
Leia em 2 min

Depois de anunciar uma joint-venture com o Softbank Latin America Fund para operar a marca no Brasil, na Argentina, no Chile, na Colômbia e no México, e ter levado a executiva Claudia Woods para tomar conta da operação, a WeWork deve anunciar nos próximos dias o novo general manager da marca no País.

O NeoFeed apurou que o escolhido é Felipe Rizzo, até então head de strategy e planning da Uber. Ele já está trabalhando na WeWork e assumiu o lugar que era ocupado pelo executivo Lucas Mendes. Procurada, a WeWork confirmou a informação.

Formado em economia pela PUC-Rio, Rizzo trabalhou com Claudia Woods quando ela comandou a Uber no Brasil, mas fez carreira na GE Healthcare. Agora, volta a atuar com a executiva numa missão que não é das mais simples.

Não é novidade que a WeWork vem sofrendo desde 2019, quando tentou abrir o seu capital nos Estados Unidos e acabou derretendo diante dos problemas no negócio – principalmente os que envolviam governança.

A empresa, que esperava atingir um valuation de US$ 47 bilhões, acabou tendo de ser resgatada pelo Softbank, que já havia injetado US$ 10 bilhões na companhia. Desde então, tem passado por uma profunda reestruturação.

No ano passado, segundo uma reportagem do Financial Times, a WeWork apresentou prejuízo de US$ 3,2 bilhões no mundo. Por aqui, a companhia enxugou o número de unidades e hoje conta com 32.

Além do desafio de arrumar a casa – ou, o escritório – a companhia terá de lidar com a nova realidade imposta pela Covid-19. Muitas empresas devem deixar de usar escritórios, principalmente os ambientes compartilhados. Mas há quem diga que as grandes companhias, ao reduzir seus espaços, vão migrar para esse modelo.

Leia também