Startups

Celebridades, como Porta dos Fundos e Kyra Gracie, viram professores em cursos online

A Curseria aposta em professores famosos para atrair alunos. Agora, ela está acelerando a estreia de novo cursos, motivada pelo crescimento dos últimos meses por conta da pandemia do novo coronavírus

 

Os atores Fábio Porchat (à esq.) e Gregório Duvivier

As celebridades aparecem na tevê, nas redes sociais e, agora, nas aulas online. Essa é a ideia por trás da Curseria, startup de cursos que aposta em pessoas famosas para ensinar culinária, como escrever melhor ou a se defender.

Fundada no fim de 2017 por Danilo Ricchetti Basso, a Curseria foi inspirada no Masterclass, plataforma de educação americana que tem aulas com a atriz Natalie Portman, o CEO da Disney Bob Iger ou o prêmio Nobel de Economia, Paul Krugman.

A plataforma de educação online já atraiu professores famosos como os chefs Henrique Fogaça e Felipe Bronze, o jornalista Pedro Bial e apresentadora Bela Gil, que participam da plataforma ensinando os alunos virtuais.

Agora, a startup resolveu acelerar a estreia de novos cursos motivada pelo crescimento dos últimos meses por conta da pandemia do novo coronavírus. Do primeiro trimestre para o segundo trimestre, o número de alunos cresceu 500% – a startup diz que, desde sua fundação, 35 mil alunos se matricularam nos cursos.

“Em 2019, fizemos 10 lançamentos. Neste ano, vão ser 35 novos cursos, além de reabrir antigas turmas”, afirma Basso, que também é sócio da consultoria BR Media Group, que contrata influenciadores digitais para campanhas publicitárias.

Um exemplo disso acontece agora em agosto, quando a Curseria vai estrear quatro cursos simultâneos. “Nunca lançamos tantos cursos em um mês.”

Entre os novos professores estão a turma do Porta dos Fundos, que vai dar um curso sobre conteúdo audiovisual, e a pentacampeã mundial de jiu-jitsu Kyra Gracie, que vai ensinar defesa pessoal a mulheres.

“As duas coisas que eu mais gosto de falar são viagem e trabalho. Nesse curso tive o prazer de falar sobre criatividade, que é aquilo que me move”, afirma Fábio Porchat, sócio e fundador do Porta dos Fundos.

A pentacampeã mundial de jiu-jitsu Kyra Gracie

A nova grade da Curseria inclui ainda aulas com Rodrigo Oliveira, chef do Mocotó, e Rogério Betti, do DeBetti. O primeiro vai ensinar a cozinha sertaneja, carro-chefe de seu restaurante na Vila Medeiros na Zona Norte de São Paulo, enquanto o segundo vai dar aulas para as pessoas fazerem o hambúrguer perfeito.

Além deles, antigos professores abrem novas turmas: o chef Felipe Bronze, que ensina cozinha contemporânea; o advogado Marcos Motta, com aulas sobre como falar em público; e Dani Noce, que vai explicar técnicas de confeitaria.

Danilo Basso, fundador da Curseria

Assim como o Masterclass, a Curseria aposta num estilo cinematográfico para produzir seus conteúdos educativos. A startup usa até cinco câmeras e as locações são sempre fora de estúdio. O curso de escrita de Pedro Bial, por exemplo, foi gravado dentro de uma livraria.

Mas, ao contrário do Masterclass, cujo modelo é do pagamento de uma assinatura que dá acesso a todos os cursos, a Curseria aposta no modelo tradicional. Cada curso tem um preço, que varia de R$ 400 a R$ 1 mil.

Os alunos também participam de grupos de WhatsApp e Facebook e em acesso a material pedagógico, além de participar de algumas lives com os próprios professores.

Siga o NeoFeed nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram. Assista aos nossos vídeos no canal do YouTube e assine a nossa newsletter para receber notícias diariamente.

Leia também

UM CONTEÚDO:

NEOFEED REPORT

Baixe o relatório “O mapa de ataque das grandes empresas”

VÍDEOS

Assista aos programas CAFÉ COM INVESTIDOR e CONEXÃO CEO